Siga o OTD

Tóquio 2020

Nutricionista alerta atletas sobre abusos durante quarentena

A profissional explica a importância de se manter uma dieta equilibrada e saudável nesse período

Alimentação equilibrada é um ponto fundamental nesse período de quarentena

O momento atual de quarentena vivido no planeta complica e muito a rotina dos atletas. Se não bastasse o fato de estarem impedidos de competir ou treinar normalmente, os esportistas precisaram viver até esta terça-feira, 24, com a expectativa da realização ou não dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Todos estes fatores acabam gerando uma combinação perigosa, gerando uma enorme ansiedade para esses esportistas. A soma de todas essas condições podem acarretar em um ambiente propício a piora em um pilar importante na vida de um praticante de atividades físicas: a alimentação.

Para enteder melhor como essas mudanças drásticas de rotina e emoções podem causar problemas na dieta desses atletas, o Olímpiada Todo Dia conversou com Fernanda Imamura, nutrionista especializada em transtornos alimentares.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

“É muito comum em momentos como esse a comida e as emoções estarem relacionadas. Está difícil para todos e cada pessoa tenta encontrar formas diferentes de lidar com isso. Temos que identificar quais são os fatores relacionados a esses exageros alimentares, como por exemplo ansiedade, preocupação e perceber o que está relacionado a esses sentimentos. Após identificar esses fatores é possível pensar em estratégias e se questionar o que poderia ajudar nesse momento ou aliviar esses sentimentos, que não seja utilizando a comida. Fazer acompanhamento com psicólogo é muito importante nesse processo e permite que a saúde mental seja cuidada, além da saúde física”, avaliou a profissional.

Atleta do Taekwondo, Talisca Reis brincou nas redes sociais

Fernanda ressaltou ainda que a dieta dos atletas provavelmente precisará passar por alguma mudança para se adaptar com a nova rotina sem o mesmo grau de intensidade nos treinamentos e para que possam estar prontos para quando for necessário retomar essa carga.

+ Veja mais notícias sobre o coronavírus

“Como os atletas estarão treinando menos o corpo vai ter um gasto de energia menor e é possível adaptar a alimentação percebendo os sinais internos de fome e saciedade e ir fazendo ajustes nesse período. Esse ajuste na alimentação deve ser feito de maneira individual e com o nutricionista responsável pelo atleta, pois para muitas pessoas pode ser difícil fazer esses ajustes apenas identificando a própria fome e saciedade. Se a alimentação ficar muito bagunçada nesse momento, quando os treinos retornarem vai ser bem mais difícil retomar a rotina alimentar e podem demorar mais tempo pra voltarem ao ritmo”, analisou.

Milena Titoneli, também do Taekwondo foi outra que falou sobre o tema

Alguns atletas chegaram a utilizar as redes sociais para brincar sobre a situação de momento. Como foram os casos das lutadoras Milena Titoneli e Talisca Reis e o nadador Brandonn Almeida.

O nadador Brandonn Almeida falou sobre a alimentação durante a quarentena

Alimentação x coronavírus

Por fim, a nutricionista alertou sobre a importância de se manter uma alimentação saudável e equilibrada num período de pandemia como estamos vivendo por conta do coronavírus. Segundo Fernanda, uma alimentação saudável é um fator essencial para se obter uma imunidade alta, que ajuda a combater o vírus.

“A alimentação saudável é importante em todos os períodos e para todas as pessoas, sejam elas atletas ou não pois traz diversos benefícios para o metabolismo e bem estar. Mas atualmente se torna ainda mais importante pois ela tem papel fundamental na imunidade do corpo. Uma alimentação composta por todos os grupos alimentares e que proporciona saciedade e satisfação capaz de nutrir o corpo contribui para o fortalecimento da imunidade. Fortalecer a imunidade não garante que as pessoas não peguem o coronavírus, mas pode contribuir na recuperação caso a pessoa seja contaminada”, completou.

Mais em Tóquio 2020