Siga o OTD

Coronavírus

Atletas se reinventam e adaptam treinos em meio ao coronavírus

Com as medidas para contenção do coronavírus, atletas inovam nos treinos para minimizar os prejuízos

Coronavírus
(Foto: Marco Antonio Teixeira/MPIX/CPB)

A novela do coronavírus continua ganhando novos capítulos a cada dia. Com a recomendação de isolamento social como medida de contenção da pandemia, a sociedade precisou se adaptar a um novo estilo de vida. Inclusive os atletas. Pois então, como manter a preparação física, com o mínimo de prejuízo?

Por se tratar de algo novo, ainda não se tem uma única receita com os melhores procedimentos a serem tomados. Por isso, temos visto de tudo no meio do esporte. Há atletas que optaram pela quarentena voluntária, passando a treinar em suas próprias casas. Há aqueles que foram obrigados a fazer o mesmo. E tem ainda outros que preferiram seguir com suas rotinas em ambientes externos, tomando as devidas precauções.

+Veja mais notícias sobre o coronavírus

Dentre os que seguem com os treinamentos fora de casa estão Pepê Gonçalves, o Pepê, da canoagem slalom, Douglas Brose, do caratê, e Giullia Penalber, do wrestling, que contaram ao Olimpíada Todo Dia sobre as mudanças na rotina.

Pepê, classificado para Tóquio 2020, está no interior de São Paulo, na cidade de Piraju. Segundo ele, o rio da cidade em que seus treinamentos estão ocorrendo está aberto, mas apenas para ele. “Estou tentando adaptar minha rotina e ter o menor contato possível com as pessoas”, relatou. 

“É um pouco complicado, porque não vamos ter as competições de ranking, que seriam preparatórias para os Jogos Olímpicos. Mas hoje, em primeiro lugar, está a saúde pública do mundo. É uma situação sem precedentes e o resto é tudo secundário”, completou.

Diferente de Pepê, Douglas Brose ainda não está garantido nas Olimpíadas. O bicampeão mundial irá disputar o Pré-Olímpico de caratê, que por enquanto segue mantido para o dia 8 de maio, em Paris. E a preparação precisa seguir firme e forte.

+Brose explica adaptações à nova categoria e ao coronavírus

“Eu estou tentando não me preocupar muito. Nós estamos tomando os maiores cuidados possíveis. Reduziu muito a minha equipe de treino e eu já me policio muito mais hoje do que antes. A gente tem muito costume de colocar a mão no rosto toda hora para limpar ou o protetor de boca que sai… Então agora, se eu tiver que colocar a mão no rosto eu pego uma toalha, evito de qualquer maneira. É impossível não ter contato com outro atleta e eu sei que é contra a indicação, mas eu não posso parar e me isolar completamente”, relatou Brose ao OTD.

Assim como Brose, Giullia Penalber ainda não está classificada para os Jogos. Ela não conseguiu a vaga na semana passada durante a Seletiva Pan-Americana e ainda vai brigar por ela na Seletiva Mundial, que foi adiada e ainda não tem data definida.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

A atleta recebeu a informação de que o Centro de Treinamentos do Parque Aquático Maria Lenk no Rio de Janeiro ficará fechado por conta do coronavírus e por isso precisou buscar uma alternativa para seguir com os treinos. Por sorte, seu namorado é dono de uma academia e abrirá a instalação apenas para os treinos dela.

“Por enquanto, é tudo muito novo para a gente. Já recebi mensagens dos preparadores físicos do COB recomendando alguns treinamentos. A nossa saúde e da população são prioridade, mas a gente não pode parar em nenhum momento. Se ficar uma semana sem treinar, a gente já perde muito condicionamento físico, o que pode fazer diferença lá na frente. A gente sempre tem alguma material de treino em casa também e precisamos continuar o trabalho do jeito que dá”.

Home Office dos atletas

Após a recomendação de isolamento dada pelo governo brasileiro na tentativa de conter o coronavírus, não demorou muito para as redes sociais se tornarem um canal de comunicação mais importante do que já são e os atletas se tornarem figuras chave no tema, fazendo desde campanhas de conscientização, até compartilhando seus novos treinos com os seguidores.

Os exemplos são inúmeros. Um deles é Arthur Nory: “Vamos fazer o que pode. Parar, jamais. Cuidar da saúde, cuidar do corpo, da mente e pensar no próximo. E lavar as mãos sempre, principalmente depois da parada de mãos”, escreveu.

O ginasta vem postando em seus stories do Instagram suas séries, com detalhes dos exercícios, o tempo de cada um deles e, como sempre, muito bom humor.

+Expectativa x realidade: o treino dos atletas confinados

Edênia Garcia, atleta paralímpica de natação, também usou as redes para mostrar que segue fazendo sessões com sua psicóloga, agora de maneira virtual, para dar dicas do que fazer nesse momento de isolamento pelo coronavírus, e também compartilhar seus novos métodos de treino.

Ver essa foto no Instagram

Como vocês sabem, estou em quarentena por 15 dias (a princípio) por conta do Covid-19, medida adotada para segurança de todos; essa é uma questão do bem coletivo e não cabe egoísmos. Vamos ficar em casa e fazer o nosso melhor para não propagar o vírus! E nesse 1° dia de quarentena seguimos com o treinamento mental, tudo sob orientação da nossa psicóloga @brunabardellaesporte ° DICAS QUE PODEM AJUDAR NESSE ISOLAMENTO:° -Crie uma meta diária que incluía atividades distintas; – Aproveite esse momento para reconectar com pessoas importantes e que trazem bem estar, é um momento de adaptação e de atentar o olhar aos benefícios da quarentena; – Reproduza o seu treino diariamente, faça o aquecimento físico e mentalmente visualize o treino na piscina; – Siga todas as orientações da equipe de saúde; – Tenha calma! É um momento para descobrir novos interesses, livros, filmes, séries, estudos, escritas, pinturas, tudo o que for trazer conforto e entretenimento. – Respire ainda mais, os exercícios de respiração vão trazer tranquilidade e saúde mental. #psicologiadoesporte #treinomental #treinamento #tokyo2020

Uma publicação compartilhada por Edênia Garcia (@edeniagarciaoficial) em

Confira mais atletas que estão compartilhando seus novos treinos:

Bruna Takahashi, do tênis de mesa, com a irmã Giulia

Cristiane, do futebol

Sarah Menezes, do judô

Ver essa foto no Instagram

E aí Coach.. tudo correto ?? Ela só me observa …kkkk 🐶🐶

Uma publicação compartilhada por Sarah Menezes (@menezessarah) em

Alexia Castilhos e Eric Takabatake, também do judô

Mais em Coronavírus