Siga o OTD

Ciclismo de Pista

Lauro Chaman vence Copa Brasil de Paraciclismo no contrarrelógio

Segunda etapa da competição, disputada em Brasília, rendeu para os primeiros colocados pontos na corrida para Tóquio 2020

Wesley Kestrel/CBC

A segunda etapa da Copa Brasil de Paraciclismo, disputada em Brasília, rendeu para os primeiros colocados pontos para o ranking mundial classificatório para os Jogos de Tóquio 2020 e para o ranking brasileiro. Foi no sábado (27) e domingo (28).

“Este ano, todas as nossas provas serão válidas pelo ranking UCI [União Ciclística Internacional]. É uma forma que encontramos de oportunizar a participação de todos os atletas brasileiros em eventos de nível internacional. Outro fator positivo é poder colocar os nossos principais nomes pontuando no ranking classificatório para os próximos Jogos Paralímpicos dentro de casa, reduzindo custos e desgastes com algumas viagens para o exterior”, declarou Edilson Rocha “Tubiba”, Coordenador do Paraciclismo na CBC.

O sábado (28) foi do contrarrelógio. Detentor do título brasileiro na modalidade olímpica, Lauro Chaman, da equipe Memorial/Santos, garantiu a vitoria na categoria MC5. Na segunda colocação terminou Soelito Gohr, que representa a Secretaria De Esportes de Indaiatuba, seguido por Johnatan Mineiro em terceiro lugar.

Entre as Handbikes, o melhor tempo foi estabelecido por Eduardo Ramos Pimenta, MH3, do Time Para-Capital. Maurício Dourado, do Clube de Ciclismo de São José dos Campos, terminou em segundo, e Eliziario dos Santos, da Memorial/Santos, completou o pódio.

“Muito feliz pela vitória na prova de contrarrelógio. O circuito foi bastante seletivo e está sendo uma excelente oportunidade para ganharmos ritmo de competição e intensificarmos a nossa preparação pensando nos próximos desafios internacionais representando a seleção”, destacou Eduardo.

Resistência

Na prova de resistência de domingo (29), mesmo com a ausência de alguns dos principais atletas da Seleção Brasileira, que embarcaram para realizar um período de intercâmbio antes das próximas etapas da Copa do Mundo, o ritmo foi alucinante do início ao fim. Os primeiros colocados somaram pontos tanto no ranking brasileiro como no ranking mundial classificatório para os Jogos de Tóquio 2020.

Na categoria mais concorrida, classe MC5, Johnatan Mineiro (Avulso) fez bonito e garantiu o título em grande estilo. O atleta imprimiu um forte ritmo no início da prova e rapidamente se distanciou dos seus adversários. Gilberto de Sousa Silva (Avulso) ficou na segunda colocação e Roberto Carlos Silva (Avulso) fechou o pódio.

“O clima seco de Brasília e o sol forte deixou a prova ainda mais difícil. Foi preciso tomar muito cuidado com a hidratação correta para não interferir no rendimento. Fiquei feliz com a vitória, todos estão de parabéns”, comentou Johnatan Mineiro.

Entre as Handbikes (bicicletas impulsionadas com os braços), os atletas Eduardo Ramos Pimenta (MH3), do Time Para-Capital, e Fernando Aranha Rocha (MH4), do Clube de Ciclismo de São José dos Campos, foram os principais destaques na modalidade durante a Copa Brasil de Paraciclismo.

Na Tandem, categoria para deficientes visuais, a disputa também foi apertada e os títulos ficaram com Marcelo Lemos e Hélder Fernandes (Piloto), do Instituto Athlon, no masculino, e Gilce Cristina e Lorena Oliveira (Piloto), da União Metropolitana Paradesportiva de Maringá, no feminino. O resultado completo da prova de estrada está disponível.

Mais em Ciclismo de Pista