Siga o OTD

Beisebol

Bases higienizadas e mínimo contato entre os jogadores

Novo guia da WBSC pretende controlar a disseminação do coronavírus, mas irá alterar drasticamente a prática do beisebol e do softbol

WBSC beisebol e softbol guia (Facebook/WBSC)

A WBSC (Confederação Mundial de Softbol de Beisebol) publicou um guia com recomendações para os jogadores seguirem em tempos de pandemia. De bases higienizadas, passando por árbitros com máscaras e luvas e jogadores tendo o mínimo contato possível, o esporte não será mais o mesmo.

As “Diretrizes para prevenção do retorno seguro ao beisebol/softbol – Covid-19” foram desenvolvidas pela Comissão Médica WBSC, que usou as recomendações de prevenção de riscos da Organização Mundial da Saúde.

Guia do beisebol e softbol em tempos de pandemia mudará o esporte
As recomendações da WBSC para o retorno do beisebol e softbol durante a pandemia – (Divulgação/WBSC)

Costumes do passado

Mascar tabaco, comer semente de girassol e cuspir, em qualquer momento, estão proibidos. Pegar emprestado algum taco ou capacete nem pensar. Dar aquela lambida nas pontas dos dedos para tem uma pegada melhor na bola não será visto com bons olhos.

Abraços efusivos e cumprimentos após rebatidas ou home runs também são coisa do passado. E discussões calorosas entre técnicos e árbitros devem ter uma distância de dois metros. Se é que é possível uma discussão ser feita à distância.

Para o retorno do beisebol e do softbol, essas serão as medidas recomendadas pelo guia. Mas será difícil a adaptação por parte dos jogadores, visto que muitas atitudes são parte do jogo e fortemente enraizadas.

O guia é válido para os eventos organizados pela WBSC, muitos deles cancelados ou adiados por causa da pandemia.

Voltando aos poucos

Algumas ligas profissionais já retornaram, como na Coreia do Sul e Taiwan, e o Japão se prepara para inciar a sua.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

A principal liga de beisebol do mundo, a MLB nos Estados Unidos, ainda não definiu como e quando retornará. Além dos novos protocolos sanitários, a liga e os jogadores não se entendem por causa dos salários.

Fato é que todos os jogos de beisebol e softbol serão bem diferentes do que eram antes da pandemia.

Mais em Beisebol