Siga o OTD

Basquete

Minas anuncia contratação do norte-americano Ryan Rhoomes

Orlando Bento/Minas TC

O Minas contratou o pivô norte-americano Ryan Rhoomes para a disputa do NBB e o atleta pode estrear já neste domingo. Confira!

O Minas reforçou seu garrafão para a sequência do NBB. Nesta sexta-feira (12), o clube de Belo Horizonte anunciou a chegada do pivô norte-americano Ryan Rhoomes, de 25 anos e 2,03m, que terá sua primeira experiência no basquete brasileiro.

Com sua documentação regularizada, Rhoomes viajará com a equipe para as duas partidas no Nordeste e pode fazer sua estreia já neste domingo, diante do Universo/Vitória, em Salvador, às 16 horas (de Brasília). Dois dias depois, o Minas enfrentará o Solar Cearense, em Fortaleza. Até o momento, a equipe ocupa a sétima posição, com sete vitórias e cinco derrotas.

+ CONFIRA A TABELA DO NBB

“Ele é um atleta de jogo interno, acho que a gente precisava de mais um jogador com essa característica de diversificar um pouco o jogo. Ele tem um chute de dois pontos, pega rebotes ofensivos. É um cara interno, de muita luta, atlético, de muita briga dentro do garrafão. Vamos ter mais consistência nos rebotes. É mais uma opção dentro daquilo que a gente já tinha planejado. Ele vem em boa hora para ajudar”, disse o comandante Flávio Espiga.

Natural do Queens (Nova York), Rhoomes defendeu a Fordham University por quatro temporadas na elite do basquete universitário norte-americano e teve médias de 25,9 minutos, 7,7 pontos 7,5 rebotes e 1,2 tocos por jogo. Já como profissional, na temporada 2016/17, Rhoomes defendeu o Saint-Quentin Basketball, que disputa a divisão de acesso da Liga Francesa, e teve médias 11,7 pontos e 7,2 rebotes em 26,2 minutos por jogo.

Na temporada atual, o pivô estava no STB La Havre, também da segunda divisão da França. Foram 11 jogos com a equipe, que renderam médias de 10,2 pontos e 4,5 rebotes em pouco mais de 22 minutos por jogo. Agora, Rhoomes viverá sua primeira experiência no basquete latino-americano.

“Eu sou um jogador que pega muitos rebotes, ofensivos e defensivos. Se eu fizer isso, pode ser uma grande ajuda para o time. Se as coisas derem certo, esta pode ser uma grande temporada para o Minas”, disse Rhoomes.

“Eu posso ajudar muito com minha experiência. Aprendi muito com meu técnico na Universidade, assim como meus técnicos na França. Com essa experiência, e as coisas dando certo, podemos vencer muitos jogos no NBB”, completou.

Para facilitar sua adaptação, Rhoomes terá dois importantes aliados. Jogadores do Minas desde o início da temporada, os também norte-americanos Evan Roquemore e Billy Rush rapidamente se ajustaram ao país e também ao estilo de jogo do técnico Espiga.

“Acho que eles (Evan Roquemore e Billy Rush) podem me ajudar na adaptação. Quando você está longe de casa, os outros americanos te ajudam em várias coisas, como a língua. Eles estão aqui há um tempo, podem me ensinar coisas, mostrar o que é certo e o que é errado no jogo. São caras que podem me ajudar muito”, disse o terceiro estrangeiro do Minas nesta temporada.

Mais em Basquete