Siga o OTD

Basquete

Vasco reage no último quarto e evita virada do Vitória no NBB

NBB

Foi de forma muito dramática, mas o torcedor rubro-negro pôde comemorar o resultado positivo dentro de casa. Após um terceiro quarto espetacular, o Vitória viu o Vasco da Gama reagir nos dez minutos finais, mas conseguiu segurar o triunfo, por 77 a 75, e após iniciar o NBB 17/18 com duas derrotas, chegou à 50% de aproveitamento na competição.

Causaram: Se o Vitória chegou a mais um resultado positivo, muito se deve ao segundo quarto de sua dupla de armadores norte-americanos, responsáveis por 21 dos 28 pontos rubro-negros no terceiro quarto. Foram 11 pontos e duas assistências para Nick Okorie, enquanto Kenny Dawkins anotou dez tentos, pegou três rebotes, distribuiu cinco assistências e roubou três bolas no período. Com dois pontos de vantagem na volta do intervalo, a equipe baiana venceu o terceiro por 28 a 16 e foi para os dez minutos finais com 14 pontos de frente (66 a 52).

Momento chave: Foi no último quarto que o Vasco encontrou realmente seu jogo. Com uma defesa bem mais sólida, o cruzmaltino limitou as ações ofensivas do Vitória. No ataque, as boas contribuições de David Jackson, Fúlvio e Gui Deodato somadas impulsionaram a equipe, que a dez segundos do fim, perdia por  apenas um ponto, com a posse de bola em mãos. Destaque vascaíno na partida, David Jackson foi o encarregado de tentar vencer a partida. O ala norte-americano segurou a bola, buscou a infiltração, mas acabou arremessando de forma desequilibrada e errou. Matt Shaw ainda pegou o rebote e sofreu falta para equipe rubro-negra, matando qualquer chance de reação do rival.

Com o triunfo, o Vitória agora tem dois resultados positivos e outros dois negativos, e saltou da 11ª para a oitava colocação na competição. Já o Vasco, considerado um dos favoritos ao título, amargou hoje sua quinta derrota em seis partidas disputadas no NBB 17/18 e é o 14º colocado, com a mesma campanha que o rival e lanterna Botafogo.

Dono de um crossover marcante em cima do quatro vezes Melhor Armador do NBB, Fúlvio, Kenny Dawkins deu show em Cajazeiras nesta noite. Com um terceiro quarto de encher os olhos, o armador liderou o Vitória para mais um resultado positivo, deixando a quadra com 19 pontos, quatro rebotes, cinco assistências e três roubos de bola.

Foi de forma muito dramática, mas o torcedor rubro-negro pôde comemorar o resultado positivo dentro de casa. Após um terceiro quarto espetacular, o Universo/Vitória viu o Vasco da Gama reagir nos dez minutos finais, mas conseguiu segurar o triunfo, por 77 a 75, e após iniciar o NBB 17/18 com duas derrotas, chegou à 50% de aproveitamento na competiçã

Se o Vitória chegou a mais um resultado positivo, muito se deve ao segundo quarto de sua dupla de armadores norte-americanos, responsáveis por 21 dos 28 pontos rubro-negros no terceiro quarto. Foram 11 pontos e duas assistências para Nick Okorie, enquanto Kenny Dawkins anotou dez tentos, pegou três rebotes, distribuiu cinco assistências e roubou três bolas no período. Com dois pontos de vantagem na volta do intervalo, a equipe baiana venceu o terceiro por 28 a 16 e foi para os dez minutos finais com 14 pontos de frente (66 a 52).

Foi no último quarto que o Vasco encontrou realmente seu jogo. Com uma defesa bem mais sólida, o cruzmaltino limitou as ações ofensivas do Vitória. No ataque, as boas contribuições de David Jackson, Fúlvio e Gui Deodato somadas impulsionaram a equipe, que a dez segundos do fim, perdia por  apenas um ponto, com a posse de bola em mãos. Destaque vascaíno na partida, David Jackson foi o encarregado de tentar vencer a partida. O ala norte-americano segurou a bola, buscou a infiltração, mas acabou arremessando de forma desequilibrada e errou. Matt Shaw ainda pegou o rebote e sofreu falta para equipe rubro-negra, matando qualquer chance de reação do rival.

Com o triunfo, o Vitória agora tem dois resultados positivos e outros dois negativos, e saltou da 11ª para a oitava colocação na competição. Já o Vasco, considerado um dos favoritos ao título, amargou hoje sua quinta derrota em seis partidas disputadas no NBB 17/18 e é o 14º colocado, com a mesma campanha que o rival e lanterna Botafogo.

Dono de um crossover marcante em cima do quatro vezes Melhor Armador do NBB , Fúlvio, Kenny Dawkins deu show em Cajazeiras nesta noite. Com um terceiro quarto de encher os olhos, o armador liderou o Vitória para mais um resultado positivo, deixando a quadra com 19 pontos, quatro rebotes, cinco assistências e três roubos de bola.

Contratação do Vitória para esta temporada, Nick Okorie parece já estar à vontade em Salvador. Nesta noite, o norte-americano esteve com a artilharia pesada, convertendo quatro bolas de 3 pontos em cinco tentativas. Ao todo, foram 18 pontos para o ala/armador rubro-negro, além de quatro rebotes e três assistências.

Apesar da dupla, o grande mérito do triunfo rubro-negro foi a dedicação coletiva de seu elenco hoje. Kurtz também foi muito bem, com 14 pontos e seis rebotes, assim como Matt Shaw, dono de 12 tentos e seis sobras, e André Góes, responsável por oito pontos e quatro rebotes.

Se Dawkins e Okorie foram bem pelo Vitória, o norte-americano que brilhou pelo Vasco foi David Jackson. Em mais um bom início de temporada, DJ foi o principal nome do cruzmaltino nesta noite de longe. Ao todo, foram 20 pontos para o cestinha da partida, que ainda pegou nove rebotes (igualando seu recorde na competição neste quesito) e distribuiu cinco assistências.

Apesar da campanha não ser a esperada, pela segunda vez o Vasco fica a uma bola da vitória, como diante do Minas Tênis Clube, na estreia. Hoje, outros nomes se destacaram pelo cruzmaltino além de DJ. Como Lucas Mariano, dono de 15 pontos e nove rebotes; Gui Deodato, responsável por 14 tentos e nove sobras; e Guilherme Giovannoni, que deixou a quadra com dez pontos e seis rebotes.

O primeiro tempo foi de altos e baixos para os dois lados e de muito equilíbrio entre os times. Se por um lado o Vitória sofreu com os rebotes ofensivos vascaínos ao longo dos dois primeiros quartos, que foram seis, a equipe baiana compensou na defesa, forçando 15 erros do ataque cruzmaltino. Resultado, apenas dois pontos de vantagem para o rubro-negro, 38 a 36.

Na sequência do NBB, o Vitória vai até a capital paulista para enfrentar o Paulistano/Corpore, na próxima segunda (11), às 21 horas (de Brasília), com transmissão ao vivo do SporTV. Já o Vasco só volta a atuar pela competição no dia 19, às 19h30 (de Brasília), no clássico entre alvinegros cariocas contra o Botafogo, na Arena Carioca 1, também com transmissão ao vivo do SporTV.

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Basquete