Siga o OTD

Basquete

Joinville bate Liga Sorocabana e volta a vencer no NBB

Com emoção até o fim, Joinville vence Liga Sorocabana e reencontra o caminho das vitórias no NBB

O Joinville/AABJ voltou a vencer em grande estilo. Com emoção até o fim, a equipe catarinense contou com arremesso decisivo do norte-americano Que Johnson e levou a melhor sobre a Liga Sorocabana, nesta quarta-feira, no Centreventos Cau Hansen, em Joinville (SC), pelo apertado placar de 77 a 75.

Com o resultado, o Joinville voltou a vencer depois de três derrotas seguidas. A primeira e última havia sido na estreia da equipe no NBB, contra o Sesi Franca Basquete, no dia 15 de novembro. Desde então, os comandados do técnico George Salles foram superados por Bauru Basket, Flamengo e Minas Tênis Clube.

Agora, o representante de Santa Catarina acumula duas vitórias em cinco partidas (40% de aproveitamento) e igualou as campanhas de Basquete Cearense e Paulistano, que dividem a oitava colocação. Já a Liga Sorocabana sofreu sua quinta derrota seguida e aparece na 12ª colocação, com dois triunfos em sete oportunidades (28,6% de aproveitamento).

Os cinco titulares do Joinville foram responsáveis por praticamente toda a produção ofensiva da equipe na partida – foram 66 pontos, o que representa 85,7% da pontuação do time. São eles: o armador Deonta Stocks (16), que ainda deu sete assistências e roubou três bolas, os alas Felipe Vezaro (14), que teve 4/5 nas bolas de 3 pontos, Maxwell (12) e Que Johnson (12), e o pivô André Bambu (12).

Apesar o resultado, o Joinville sofreu com os rebotes e por pouco não viu o fundamento lhe custar a vitória. Ao todo, a Liga Sorocabana pegou 44 rebotes, com incríveis 21 ofensivos – oito dos nove atletas colocados em ação pelo técnico Rinaldo Rodrigues pegaram sobras de ataque. Enquanto isso, os catarinenses apanharam apenas 29 ressaltos, sendo somente oito deles ofensivos.

Dono da Bola da primeira semana do NBB, o ala/armador americano-brasileiro Kevin Crescenzi voltou a ter uma boa atuação após quatro jogos ruins e deixou a quadra com 14 pontos (3/5 nas bolas de 3), sendo sete deles consecutivos durante a virada sorocabana nos minutos finais do último quarto. Além da pontuação, o jogador registrou oito rebotes, três assistências e três roubos de bola, o que lhe rendeu 18 de eficiência.

Ainda pela equipe sorocabana, que não sabe o que é vencer há cinco partidas, outro destaque ficou por conta do pivô Mineiro, com 16 pontos (7/12 nas bolas de 2) e sete rebotes. Maior pontuador da equipe, o norte-americano Anton Cook teve péssimo aproveitamento nas finalizações (2/18 nos arremessos de quadra) e ainda assim totalizou 13 pontos. Já seu compatriota Dontrell Brite deixou a quadra com 13 pontos e quatro rebotes.

O Joinville dominou o placar durante boa parte do segundo tempo, mas sofreu uma reação incrível da Liga Sorocabana nos minutos finais do quarto período. Com sete pontos seguidos de Kevin Crescenzi, a equipe do interior paulista virou o jogo para 72 a 71 restando pouco mais de um minuto e meio para o fim

Restando seis segundos para o fim, o Joinville tinha dois pontos de frente (76 a 74) quando Que Johnson foi para a linha dos lances livres após sofrer falta. O norte-americano acertou somente a primeira tentativa , mas quase colocou tudo a perder quando cometeu uma falta antidesportiva no seu compatriota Dontrell Brite na saída de bola. O baixinho da LSB também converteu somente o primeiro chute (77 a 75) e deu a esperança do time visitante empatar ou virar o duelo em sua posse de bola. No entanto, Cook errou o arremesso para 3 pontos no estouro do cronômetro.

 De volta ao rumo das vitórias, o Joinville tentará estender sua maré positiva neste sábado (09/12), quando recebe o invicto Mogi das Cruzes, no Centreventos Cau Hansen, às 18 horas. Já a Liga Sorocabana buscará encerrar seu jejum de cinco jogos sem ganhar no NBB diante do atual campeão Bauru Basket na terça-feira (12/12), em casa, às 20 horas.

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Basquete