Siga o OTD

Basquete

Corinthians e Franca abrem pela final do Paulista

Primeiro jogo da série melhor de três acontece neste domingo, às 11h, no Ginásio Wlamir Marques, em São Paulo. Você assiste ao vivo no Olimpíada Todo Dia

Vai ser dada a largada para a grande final do Campeonato Paulista de Basquete Masculino da Divisão Especial Série A-1. Corinthians e Sesi Franca Basquete se enfrentam neste domingo, a partir das 11h, no Ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge, na capital paulista, pelo primeiro jogo da série melhor de três do playoff final, com entrada gratuita para o público.

Por ter melhor campanha na competição estadual, o Franca tem a chance de decidir o título em casa. O segundo jogo está marcado para o dia 17, às 21h, no Ginásio Pedrocão. Caso seja necessário, o terceiro jogo será no dia 27, às 18h30, também em Franca.

Juntos Corinthians e Franca são as duas equipes com mais títulos paulistas. O Alvinegro conta com 14 títulos e tenta este ano quebrar um jejum de 34 anos. Já o time francano tem 11 títulos, é o atual campeão paulista e vem em busca o bi consecutivo.

“Acho que foram as duas principais equipes na fase de classificação, tanto que terminaram em primeiro de seus grupos, o que mostra que são dois times que chegam preparados e fortes para essa final”, afirmou o técnico corintiano Bruno Savignani.

“As duas equipes têm muita história no basquete paulista, sendo as duas com mais títulos, o que mostram que são times que quando chegam brigam por mais taças. A gente sabe da dificuldade que é jogar contra o Franca, sabe que eles poderão jogar duas partidas em casa, mas no domingo contamos com o apoio da nossa torcida para sairmos com o resultado positivo e na frente nesta série”, acrescentou Savignani.

O técnico Helinho Rubens, do Franca, concorda com o técnico corintiano: “Ë uma final entre duas equipes que lideraram os seus grupos durante todo o transcorrer do Paulista, chegam com moral as duas equipes. Nosso foco tem que ser mantido, tem que ser numa defesa consistente, diminuir volume de jogadores que detêm um, que a gente possa fazer com a maior intensidade possível em busca do bicampeonato”.

“As grandes vitórias que tivemos no Paulista foi muito em função de um defesa consistente e eu não tenho dúvida que para buscarmos a vitória no Parque São Jorge nós teremos que ter esse mesmo foco e minimizar o volume de jogo do adversário, tirando os principais jogadores deles da sua naturalidade dentro de quadra”, afirmou Helinho.

Mais em Basquete