Siga o OTD

Basquete

Basquete feminino renasce no Pan com ouro após 28 anos

Assim como no Pan de 1991, Brasil conquista a medalha de ouro no basquete feminino, só que agora em Lima 2019.

Em 1991, Paula e Hortência conquistaram o ouro em Havana, Cuba. 28 anos depois, Taina, Erika, Clarissa, Raphaella, Débora e companhia conquistaram o ouro em Lima 2019. Neste sábado, 10, o Brasil fez 79 a 73 nos Estados Unidos e foi campeão do torneio de basquete feminino.

O time comandado por José Neto, em sua primeira disputa, venceu os cinco jogos que fez no Pan de Lima. Taina foi a dona da final. A armadora fez 24 pontos e liderou o time em quadra.

O jogo

Um clássico do basquete mundial não poderia ser diferente. Brasil e Estados Unidos promoveram um espetáculo de partida. O primeiro quarto foi de pura correria. A vontade das duas equipes era nítida. Como tem sido comum no time brasileiro, Clarissa pegou a bola e colocou embaixo do braço. A ala liderou o Brasil nos primeiros minutos. Do outro lado, Tyasha Harris fez o mesmo e desfez o cadeado defensivo armado por José Neto. Mas o primeiro quarto terminou com as norte-americanas vencendo por apenas 22 a 20.

E jogo seguiu nesse ritmo. Os Estados Unidos levavam vantagem nos rebotes ofensivos. Foram 10, contra 5 das brasileiras no primeiro tempo. Mompremier e Alarie ganhavam todas e as norte-americanas tiveram várias segundas chances para marcar. Já as brasileiras compensaram com muita velocidade na transição e nas roubadas de bola. Equilibrado, o jogo foi para o intervalo com o Brasil vencendo por 39 a 38.

E o terceiro quarto seguiu o mesmo ritmo. Os Estados Unidos muito forte nos rebotes ofensivos e o Brasil nas roubadas de bola e transição ofensiva. Taina fez um grane quarto e comandou as ações. Clarissa foi preservada e nem pisou em quadra. No fim das contas, as brasileiras entraram nos últimos 10 minutos com 55 a 53 no placar.

A cada ponto brasileiro, as norte-americanas pontuavam na sequência. Mas Taina estava com tudo. A brasileira driblava, roubava, armava e pontuava, um verdadeiro espetáculo. Taina terminou com 24 pontos e comandou a conquista brasileira. Final de jogo, Brasil 79 a 73.

Mais em Basquete