Siga o OTD

Basquete

Clarissa dos Santos é campeã na França e reforça o Sampaio

Brasileira supera lesão a tempo de entrar em quadra e contribuir com a vitória que deu o título ao Lyon. Agora vem disputar a LBF

Com 11 pontos e sete rebotes na grande final, a brasileira Clarissa dos Santos conquistou seu primeiro título da Liga da França de Basquete, com a equipe de Lyon Asvel. Agora ela se apresentará na terça-feira (4), ao Sampaio Basquete, time que irá defender na Liga de Basquete Feminino (LBF)

A decisão foi realizada em casa, contra Montpellier, com placar final de 75 a 61, fechando a série decisiva, melhor de cinco jogos, por três a dois.

“Fechar a temporada com esse título foi sensacional! É minha primeira medalha do campeonato francês, depois de três anos, motivo de muita alegria. Tivemos uma temporada muito legal e o time realmente merecia. O ambiente de trabalhamos, diariamente, era muito bom e as recompensas vieram”, comentou Clarissa dos Santos.

Afastada dos jogos iniciais da final da Liga da França de Basquete feminino, em tratamento de estiramento muscular na perna esquerda, Clarissa dos Santos atuou por 14 minutos e 24 segundos, ajudando a equipe a se manter na liderança do placar, durante todo confronto.

Clarissa dos Santos e Tony Parker (divulgação)

“Sou muito grata a Deus pela oportunidade de jogar essa final. Quando surgiu a possibilidade de voltar a jogar, na quinta partida, orei bastante e Ele me atendeu. Passamos por momentos muito bons e outros ruins, mas continuamos unidas e com boa atmosfera na equipe. Agradeço a todos que acreditaram em nós, durante toda temporada”.

Há três anos atuando no basquete francês o título do maior torneio nacional veio em sua primeira temporada pela equipe de Lyon, presidida pelo jogador na NBA Tony Parker. Em 2017, Clarissa foi MVP da final e campeã da Copa da França de basquete feminino, pelo time Bourges.

Agora é no Sampaio Basquete

De volta ao basquete brasileiro, após três temporadas, ela comemora a volta para jogar no Sampaio Basquete. “Estou feliz em poder voltar a jogar no Brasil, na LBF. Uma casa nova e a minha primeira vez no nordeste. Tenho acompanhado todos os jogos e estou ansiosa para chegar e poder contribuir com o time, da melhor forma possível. A Liga cresceu bastante nos últimos anos e espero que a gente consiga aproveitar dar continuidade na evolução do basquete feminino. A equipe de Sampaio Correia tem formado bons elencos e é muito bom poder fazer parte deste projeto”.

Mais em Basquete