Siga o OTD

Surfe

Quatro brasileiros avançam ao 3º round na etapa de Hossegor

Gabriel Medina, Ian Gouvêia, Adriano de Souza e Miguel Pupo garantiram a classificação para o Round 3 da etapa de Hossegor, na França, do Mundial de surfe. Além dos quatro, continuam na disputa Ítalo Ferreira, Caio Ibelli e Wiggolly Dantas, que vão competir nesta sexta-feira pela repescagem e podem taambém conseguir a vaga. Os únicos eliminados foram Filipe Toledo e Jadson André.

Os melhores desempenhos foram de Gabriel Medina e de Ian Gouvêia. Os dois venceram suas baterias no Round 1 e se classificaram direto para o Round 3, enquanto os outros tiveram que disputar a repescagem. O campeão mundial de 2014 derrotou o francês Jeremy Flores e o italiano Leonardo Fioravanti, enquanto Gouveia bateu o português Frederico Morais e o tricampeão mundial Mick Fanning na bateria 11.

Bicampeão da etapa francesa, Medina anotou 8.43 e 7.43 nas melhores ondas. Assim, venceu Flores, que marcou 8.60 e 6.67. Começando a disputa na frente, Fioravanti viu os adversários o superarem no mar e acabou como terceiro colocado, com 7.93 e 5.33 na somatória. Veja no vídeo que abre a página os melhores momentos da bateria.

A batalha de Ian Gouveia foi mais difícil. Ainda assim, o brasileiro saiu na frente com 7.00. Pouco depois, marcou 8.57. Mick Fanning correu atrás do resultado, mas só garantiu 6.87. Frederico, por sua vez, acabou a disputa em terceiro.

O terceiro brasileiro a se classificar foi Adriano de Souza. No Round 1, o Mineirinho ficou em segundo lugar, a frente do americano Conner Coffin, na bateria vencida pelo australiano Stuart Kennedy.

No Round 2, o campeão mundial de 2015 conseguiu 7,67 e 8,30 de notas para derrotar Josh Kerr, da Austrália, que teve 6,60 e 6,40 em suas melhores ondas. O resultado garantiu Adriano de Souza no Round 3.

O quatro brasileiro a conseguir a classificação foi Miguel Pupo, que venceu o duelo de brasileiros contra Filipe Toledo na repescagem. Pupo somou 12,27 contra apenas 8,50 de Filipinho para garantir vaga no Round 3.

O confronto precoce entre eles só aconteceu porque eles não conseguiram vencer a bateria em que competiram juntos no Round 1. Filipinho ficou em segundo com 11,43 e Miguel Pupo em terceiro com 9,14. O vencedor foi o francês Joan Duru, que deu show ao conseguir 18,00 na soma de suas notas (8,67 e 9,33), o melhor desempenho do dia em Hossegor.

Outros três brasileiros seguem com chances de chegar ao Round 3. As baterias deles estão entre as quatro que faltam para completar a repescagem e vão abrir a programação desta sexta-feira, que começa às 3h da manhã. Ítalo Ferreira vai enfretar o francês Jeremy Flores na bateria de número 10. Na fase final, ele fez uma disputa acirradíssima com o atual campeão mundial, o havaiano John John Florence, e perdeu por apenas 0,07 de diferença. Somou ao todo 15,60 contra 15,67 do adversário na mais emocionante bateria do dia.

Caio Ibelli vai ter pela frente o americano Conner Coffin no Round 2. Na etapa inicial, o brasileiro foi melhor do que Julian Wilson, mas perdeu por apenas 0,24 para Ethan Ewing.

Já Wiggolly Dantas vai enfrentar o australiano Bebe Durbidge por um lugar no Round 3. Na primeira rodada, o brasileiro ficou em segundo lugar na bateria que teve Matt Wilkinson como vencedor e Josh Kerr na terceira colocação.

Completando a participação brasileira no primeiro dia em Hossegor, Jadson André acabou eliminado. No Round 1, ficou em segundo lugar na bateria que contou com o sul-africano Sebastian Zietz, que se classificou direto para o Round 3, e o australiano Connor O´Leary.

Na respescagem, disse adeus à competição ao perder por 13,50 a 12,60.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Surfe