Siga o OTD

Vôlei

Sesi vence clássico contra Osasco no Paulista Feminino

Amanda Demétrio/Fiesp

Em casa, as meninas do Sesi venceram mais uma no Campeonato Paulista de Vôlei 2017. Na noite desta terça-feira (12), a equipe da capital paulista enfrentou o Osasco pela penúltima rodada da fase classificatória do estadual. E com o placar de 3 sets a 1 (25/15, 25/17, 20/25 e 25/19), em 1h42min e levaram a melhor em um dos principais clássicos paulista.

+ CONFIRA A TABELA DO PAULISTA FEMININO

Classificado para a semifinal por antecipação em função de ser o atual campeão, o time de Osasco encerra sua participação na primeira fase na próxima terça-feira (19), quando recebe o Pinheiros no José Liberatti, onde tem 100% de aproveitamento neste Estadual (dois resultados positivos em duas partidas) e mantém uma invencibilidade que dura 21 jogos. Já o Sesi-SP agora precisa vencer o Hinode/Barueri, na última rodada classificatória do Paulista para melhorar seu posicionamento nos playoffs. As equipes se enfrentam nesta sexta-feira (15), às 19h30, em Barueri.

Aproveitando bem o fator casa, o apoio da torcida e corrigindo os erros cometidos na última partida, o Sesi-SP fez bonito desde o início, impôs respeito e com facilidade abriu 5 a 1. Spencer Lee parou o jogo duas vezes pelo Vôlei Nestlé, conversou com Carol Albuquerque, Mari Paraíba e Paula, mas mesmo assim viu o grupo comandado pelo técnico Lino manter a força, fechar o bloqueio e os dois primeiros sets com autoridade.

Para Carol Albuquerque, o Osasco não começou bem a partida e não conseguiu reverter o placar diante de um adversário motivado. “O Sesi entrou em quadra sem responsabilidade. A meninada jogou solta, em casa, e deu no que deu. Sacaram bem, quebraram nosso passe e bloquearam bem”, afirmou a levantadora, que completou. “Agora é trabalhar para a próxima partida e defender nossa invencibilidade dentro de casa”.

O técnico Spencer Lee concorda: “Começamos de forma muito lenta, deixamos que elas ganhassem confiança e depois ficou difícil segurar. O Sesi jogou melhor e mereceu a vitória. Também acho que falta, para algumas de nossas atletas, assumir um papel de protagonistas que são. Fato é que poderíamos e deveríamos ter feito uma partida melhor do que fizemos”, afirmou o treinador, que comanda a equipe de Osasco enquanto Luizomar Moura está à frente da seleção do Peru.

Como nem tudo são flores em um clássico, a terceira parcial começou melhor para o Vôlei Nestlé, que aproveitou os deslizes do Sesi-SP e cresceu. Mas a conquista dos pontos não foram tão fáceis assim. Mari Paraíba pontuou, mas com dificuldades para furar o bloqueio. Mesmo atrás no placar, as meninas da capital paulista não deram moleza, e seguiram na cola das adversárias.

Vibrantes, Pri Heldes e Glayce foram peças fundamentais na recuperação e evolução do time. Prejudicando a recepção e consequentemente o passe do lado adversário, o Sesi-SP mais uma vez recuperou e voltou a incomodar. A quarta parcial, repleta de defesas difíceis e contra-ataques se desenhou a favor do time da casa, que com o apoio da torcida conquistou uma das principais vitórias da temporada.

“Nós sabíamos que não seria um jogo fácil e entramos preparadas para brigar. Conseguimos corrigir nossos erros do confronto contra o São Caetano e levamos a melhor aqui hoje. Estamos trabalhando todos os dias para conquistar vitórias como essa. O grupo está vibrante e unido, o que ajuda muito”, comentou a ponteira Glayce, uma das maiores pontuadoras e destaque da partida.

O revés sofrido diante do Sesi é o terceiro do Vôlei Nestlé no Campeonato Paulista, como visitante. Nas quatro partidas anteriores pelo Estadual, derrotou Bauru (3 sets a 2) e Valinhos (3 a 1) diante de sua torcida, e foi superado por Barueri (3 a 0) e São Caetano (3 a 2) fora de casa.

Outros resultados

Na mesma rodada, o Hinode Baueri venceu a primeira fora de casa diante do Valinhos. Além disso, o Bauru foi derrotado pelo São Caetano no tie-break, 3 sets a 2, parciais de 25 a 21, 25 a 19, 26 a 28, 20 a 25 e 15 a 4. Agora, o time do interior é o terceiro com oito pontos, enquanto a equipe do ABC aparece em quinto com 6.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Vôlei