Siga o OTD

Vôlei

Brasil ganha seu 31º. Sul-Americano e vai ao Mundial

Brasil ganha fácil da Venezuela na final para ser campeão sul-americano pela 31ª. vez e se classificar para o Mundial. Clique no vídeo acima para ver como foi Brasil x Venezuela

O Brasil não deu chance para o azar. Mesmo estando num patamar superior de qualidade do que os demais participantes do Sul-Americano de vôlei masculino, a  equipe jogou com seriedade e concentração para vencer todos os cinco jogos que teve pela frente com facilidade e garantir o título da competição, que lhe garantiu a vaga para disputar o Mundial de 2018, que terá sede dividida entre Itália e Bulgária. Na decisão do torneio, nesta sexta-feira, a Seleção bateu a Venezuela por 3 a 0 com parciais de 25/20, 25/6 e 25/18.

+ VEJA A TABELA COMPLETA DO CAMPEONATO SUL-AMERICANO

Este é o primeiro título da seleção brasileira sob o comando de Renan Dal Zotto. O treinador, que assumiu a equipe neste ano, já foi vice-campeão da Liga Mundial, sendo superado pela França na grande final. Após a partida, o treinador falou sobre a conquista.

“Um título importante, o Campeonato Sul-Americano vale vaga somente uma vaga ao Mundial. E importante também por manter a hegemonia brasileira na América do Sul, uma responsabilidade muito grande que tínhamos. Saímos daqui com o sentimento de dever cumprido”.

A equipe do Brasil começou o jogo com o levantador Bruninho, o oposto Wallace, os centrais Maurício Souza e Lucão, os ponteiros Lucarelli e Maurício Borges, e o líbero Tiago Brendle. Também participaram da partida o oposto Renan, o levantador Raphael e o central Otávio.

Um dos destaques da partida, o oposto Wallace, que foi maior pontuador com 13 acertos, comentou a conquista brasileira sem ter perdido nenhuma parcial nas cinco partidas.

“Essa é a melhor maneira que temos de demonstrar nossa força. Sabemos que não é fácil passar um campeonato inteiro sem perder um set. O time mereceu, está de parabéns, agora vamos comemorar esse título”.

A seleção brasileira também dominou a eleição dos melhores do torneio: Bruno venceu como melhor levantador, Lucarelli foi escolhido melhor ponteiro, Wallace o melhor oposto e o ponteiro Maurício Borges, melhor jogador da competição.

O capitão Bruninho também comentou sobre o carinho dos chilenos, que adotaram a seleção brasileira em confrontos sem a presença da equipe da casa.

“Um prazer voltar ao Chile, jogar aqui, sentir o carinho da torcida. Recebemos de todos os chilenos, foi uma experiência muito especial, quero voltar outras vezes, estamos muito contentes por essa conquista”.

A Venezuela veio credenciada para a final pela vitória no dia anterior em cima da Argentina por 3 a 2 com parciais de 26/24, 15/25, 24/26, 26/24 e 15/13. Uma zebra que não foi possível repetir em cima do Brasil, que conquistou pela 31ª. vez em 32 edições o título do Campeonato Sul-Americano. O único título que não parou em mãos brasileiras foi em 1964, quando a Seleção não participou do torneio.

Apesar de todo o favoritismo da Seleção Brasileira, os comandados por Renan Dal Zotto entraram em quadra extremamente concentrados e agressivos no saque. Com dificuldades na recepção e para passar pelo bloqueio adversário, a Venezuela foi ficando para trás no placar. Logo, o Brasil abriu 11 a 3. Mas, aos poucos, a concentração foi caindo e a Venezuela foi se aproximando, mas nada que impedisse que o set fosse fechado em 25 a 21.

A queda de produção no final do primeiro set ligou o sinal de alerta e a Seleção Brasileira entrou para o segundo disposta a atropelar o adversário. Lançando mão de todo o leque de jogadas que tem à disposição o Brasil sacou forte, atacou com eficiência, defendeu bem e ainda teve um bloqueio que se transformou num paredão.

Na primeira parada técnica, o Brasil vencia por 8 a 1. Na segunda, foram mais oito pontos seguidos e o placar foi a incríveis 16 a 1. Por mais que a Venezuela tentasse impedir um resultado tão largo, conseguiu marcar apenas seis pontos, enquanto a Seleção fez 25 para abrir 2 a 0 no jogo.

Depois de ter sido atropelada no segundo set, a Venezuela tentou complicar o terceiro, chegou, inclusive, a estar vencendo por 9 a 8, mas, com Lucarelli inspirado na reta final, o Brasil chegou à vitória e ao título ao fechar o set em 25 a 18.

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

AGENDA DO DIA

out 21 00:00 Etapa de Hong Kong da Copa do Mundo de Maratona Aquática out 21 05:00 Grand Prix de Londres de Taekwondo out 21 05:00 Etapa de Portugal do Mundial de Surfe out 21 06:00 Copa CFA de futebol feminino Brasil 2 Coreia do Norte 0 out 21 06:00 Mundial Júnior de Judô – Zagreb 2017 Eliminatórias out 21 07:50 Copa do Mundo de Tênis de Mesa Timo Boll (ALE) 4 Gustavo Tsuboi (BRA) 0 out 21 09:00 Copa CFA de futebol feminino China 3 México 2 out 21 09:00 Campeonato Turco de vôlei feminino Nilufer (TUR) 3 Çanakkale (TUR) 0 out 21 09:30 Mundial Sub-17 de futebol masculino - Quartas Mali 2 Gana 1 out 21 09:30 Torneio Nacional Sub-15 de judô out 21 09:30 Mercosul Internacional de badminton out 21 10:00 Campeonato Brasileiro de Barcos Longos out 21 11:00 Superliga de vôlei masculino - Primeira Fase Montes Claros 3 JF Vôlei 1 out 21 11:00 Campeonato Turco de vôlei feminino Fenerbahce (TUR) 3 Halkbank (TUR) 1 out 21 12:00 Champions League de handebol feminino Rostov-Don (RUS) 23 Gyori (HUN) 22 out 21 12:30 Mundial Sub-17 de futebol masculino - Quartas Estados Unidos 1 Inglaterra 4 out 21 13:00 Champions League de handebol feminino Larvik (NOR) 19 Vardar (MAC) 31 out 21 14:05 Superliga feminina 2017-2018 - Primeira Fase Camponesa/Minas 2 Pinheiros 3 out 21 16:00 Liga Nacional de Handebol Masculino - Conferência Sul-Sudeste Handebol Taubaté 26 Pinheiros 24 out 21 16:00 Etapa de Natal do Circuito Brasileiro de vôlei de praia Masculino out 21 16:30 Campeonato Italiano de vôlei feminino Scandicci (ITA) Casalmaggiore (ITA) out 21 18:00 Superliga feminina 2017-2018 - Primeira Fase BRB/ BRASILIA VOLEI Sesi out 21 18:30 Superliga de vôlei masculino - Primeira Fase Funvic Taubaté Maringá Vôlei out 21 18:30 Etapa de Natal do Circuito Brasileiro de vôlei de praia Feminino out 21 19:00 Superliga de vôlei masculino - Primeira Fase Sada Cruzeiro Sesc RJ out 21 20:00 Superliga de vôlei masculino - Primeira Fase Ponta Grossa Caramuru Sesi out 21 21:15 Libertadores de futebol feminino - Final Corinthians Colo Colo (CHL) out 21 21:30 Superliga de vôlei masculino - Primeira Fase Vôlei Renata Vôlei Canoas

Mais em Vôlei