Siga o OTD

Pólo Aquático

Brasil estreia no Mundial com vitória sobre o Casaquistão

Fotos Satiro Sodré / SSPress / CBDA

O primeiro jogo de Polo Aquático do 17º Campeonato Mundial FINA de Desportes Aquáticos de Polo Aquático a seleção do Brasil encarou o Cazaquistão, em um confronto decisivo para as pretensões de avançar de fase da equipe, e conquistou a primeira vitória, por 6 a 2 (parciais 1:1, 0:1, 3:0, 2:0), e lidera o grupo A, com a uma vitória, já que Canadá e Montenegro, que completam o grupo, empataram.

Em um misto de experiência e juventude, a equipe comandada por Ângelo Coelho teve um início bom, mas com jogo ainda muito truncado, com as duas equipes estudando-se.

Após alguns ataques com “homem a mais” desperdiçados, foi com um tiro de meia distância que Gustavo Guimarães (Grummy) abriu o placar da partida, 2 minutos e 40 segundos restantes. No final do primeiro período, Bolat Tuplykhano, de rebote, após grande defesa do goleiro brasileiro, empatou o jogo, faltando apenas meio minuto.

– Para a gente esta partida já era uma final. Foi um jogo importante para começar bem o Mundial e tirar o nervosismo da estreia – analisou Gustavo Guimarães, Grummy.


Gustavo Guimarães – Grummy

No segundo período, o Cazaquistão marcou logo no início do quarto, seu último gol na partida, e fechou a metade do jogo vencendo por 2 a 1.

Na segunda parte da partida o Brasil dominou a partida e, com sequência de gols de Bernardo Rocha, Guilherme Almeida e Grummy, virou o placar a favor da equipe e encerrou o terceiro tempo vencendo por quatro a dois.

– A equipe defendeu muito bom. No terceiro quarto, quando eles insistiram no jogo de contra ataque, nós conseguimos ampliar o marcador e vencer a partida – comentou Ângelo Coelho, treinador do Brasil.

Nos últimos oito minutos mais dois gols de Grummy aumentaram a vantagem da equipe e o placar final registrou a vitória de uma equipe mais jovem, que fez valer de sua disposição física, com forte defesa durante todo partida, contra um time mais experiente e tradicional.

– Defendemos bem, mesmo tendo virado o tempo perdendo de um gol, tivemos tranquilidade para continuar defendendo bem, porque sabíamos que o ataque iria funcionar. Agora é descansar e começar a pensar em Montenegro, que são os favoritos do grupo, e no Canadá, que será uma chance de classificarmos melhor e, quem sabe, tentar surpreender numa quarta de final – completou Grummy, artilheiro da partida.

Como um maestro, Slobodan Soro, goleiro do Brasil, não só fez algumas das suas grandes defesas, como também instruiu a equipe, de dentro da água, tanto na defesa como no ataque.


Fotos Satiro Sodré / SSPress / CBDA

O próximo confronto do Brasil está marcado para quarta-feira, dia 19/7, contra Montenegro, último jogo da rodada, às 21h30 (16h30 – no horário de Brasília).

Ainda pelo grupo A, do Brasil, no segundo jogo do dia, Montenegro e o Canadá empataram a partida, pelo placar de 8 a 8, e somaram um ponto.

Seleção Brasileira
1 Slobodan Soro, 2 Anderson Cruz, 3 Roberto Freitas, 4 Guilherme Almeida, 5 Luis Ricardo Silva, 6 Pedro Stellet, 7 Ricardo Guimaraes, 8 Gustavo Coutinho, 9 Bernardo Rocha, 10 Heitor Carrulo, 11 Gustavo Guimaraes, 12 Mateus Stellet, 13 Leonardo Silva

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba novidades do OTD

* = campo obrigatório

powered by MailChimp!

Mais em Pólo Aquático